A Verdadeira Vida em Deus

148

Caderno de Anotação 16

A Verdadeira Vida em Deus

Sim, Senhor.

(Olhei para o rosto de Jesus.)

vamos;

poderei abandonar-te algum dia, flor? Eu sou Aquele que mais te ama; permanece perto de Mim; aqui, 2 escuta, estreitarei nossos laços ainda mais; quero-te mais perto, quero-te uma Comigo; quem foi o primeiro a segurar-te? Eu fui o primeiro a consagrar-te e a pou- sar os olhos em ti; Vassula, Eu te criei para Mim; deixa-Me lembrar-te de quem és; nada mais és do que pó e cinzas, e, por Minha imensa compaixão, Eu te ressus- citei dos mortos para a vida; lembra-te sempre disso; (O pastor veio à minha casa e mostrei-lhe a Revelação. De início, ele não acreditou nela, 3 depois negouMaria Santíssima como nossa Santa Mãe e disse que jamais ouvira falar de aparições. Ele não acreditava em quaisquer Obras Espirituais, era contra as imagens sagradas e provavelmente pensou que eu não era normal.) Vassula, Eu sou Rico, mas poucos conhe- cem Minhas Riquezas! quando estava encarnado, não fui desprezado, não fui olhado com desdém, não fui chamado de blasfemador? não fui desprezado como a pedra rejeitada pelos construtores e que se tornou a pedra fundamental? honra-Me aceitando o desdém, a mortificação, sê mais humilde, sê como Eu, lembra-te? não te disse que deves servir-Me no meio da miséria, 4 não Como, Senhor? 2   Foi como se Ele tivesse tido repentinamente uma ideia e parado, apontando para os nossos calcanhares, que eu vi amarrados um ao outro. 3   Mais tarde, descobri que ele era um pastor evangélico. Naquela época, eu ainda não sabia as diferenças. 4   Nota do editor: ver a mensagem de 23 de maio de 1987.

Vamos.

1º de outubro de 1987

(Durante toda manhã, estive ocupada com uma visita que me tentou vender produtos cosméticos; tudo isso foi desnecessário e uma perda de tempo, mas ela fora enviada por uma amiga.) pequena, amo-te à loucura; Eu sou teu Bem-Amado; por que, Vassula? não te afastes de Mim! estás advinhando cor- retamente; 1 Meu amor está outra vez inflamado e quando Ele está, permito-Me exigir amor; Eu desejo que vivas somen- te para Mim; quero que fixes teus olhos em Mim; olha para Mim, ama-Me, per- fuma-Me, enfeita-Me, bendize-Me, dese- ja-Me, respira por Mim, sorri somente para Mim, dize-Me o quanto Me amas, teu Deus, busca trazer outros para Mim, satisfaze Minha sede insaciável; estou sedento, Vassula! tenho sede de amor, tenho sede de almas; Vassula, por que Me trazes rivais, não Me tragas mais rivais, não! louva-Me, dei-te abundantemente, não Me retribuirás por tudo o que te dou? caminhei contigo em Meu jardim de delícias, partilhamos sua beleza; compar- tilhei contigo Minhas alegrias e sofrimen- tos; coloquei Minha Cruz sobre ti e nós A partilhamos juntos, compartilhamos Suas angústias, tristezas e dores; nós compartilhamos Seu Amor; não te ergui ao Meu peito alimentando-te, curando- -te? tomei-te por Minha esposa compar- tilhando Minha Cruz como nosso leito nupcial; olharás para Mim?

1   Podia sentir o Coração de Jesus novamente inflama- do, derramando-Se de amor.

Made with