A Verdadeira Vida em Deus

178

Caderno de Anotação 19

A Verdadeira Vida em Deus

Vassula, consola-Me;

que sois Vós, talvez em seu subconsciente. Eles acreditam que, provavelmente, não tenham intenção de negar, não de propósi- to, pois tenho certeza de que se compreen- dessem isso, eles Vos louvariam! Só que eles não compreendem. como gosto de tua argumentação - por que protegê-los? Porque eles não sabem e se não sabem não compreendem... Então, se ouso pedir-Vos, peço Vosso per- dão e Vossa Misericórdia para eles. mas, filha, eles serão teus perseguidores, inflingindo sofrimentos à tua alma; eles serão teus flageladores; Mesmo assim, se eles não compreendem, então quer dizer que não o fazem de propó- sito; eles não sabem o que fazem porque são fracos. Vós, com Vosso Divino Amor, podeis ajudá-los a compreender que sois Vós. Meu Deus, não deixeis que Vossa Divina Mão os atinja, pois atingindo-os, muitas almas ino- centes também podem ser castigadas. Vassula, Minha criação degenerou; tre- mendas reparações têm de ser feitas, quero que Minha criação perceba para onde está-se dirigindo; quero que Minhas almas sacerdotais extraiam de Mim e impregnem Meus cordeiros com amor e conhecimento; agora mesmo, eles 3 vivem em total escuridão; Sim, Jesus, iluminai as autoridades ecle- siásticas, mesmo que este modo “inorto- doxo” de estar Convosco esteja além de sua compreensão; abri seus olhos e seus ouvidos, Senhor! estou escutando;

Oh! Vinde Senhor, quero-Vos consolar. Gostaria de que todas as almas soubessem disso para consolar-Vos Senhor e, assim, serdes consolado por muitos. se eles Me amarem, eles o farão; vem, Eu te recordarei de que Eu, Jesus, ficarei no meio, entre Caim e Meu Abel; desta vez Caim terá de enfrentar- -Me ao invés de seu irmão; se ele levantar a mão para golpear, terá de golpear-Me, será descoberto e se encontrará nu diante de Mim, seu Deus; Meu Abel, Meu bem-amado Abel, 1 tu viverás desta vez; teu sangue não será derramado; Meu perfume embelezará Meu jardim, o mesmo jardim em que o sangue de Abel foi derramado; vem, flor, Eu te lembrarei de Minha Presença, fica alerta;

4 de dezembro de 1987

Jesus?

Eu sou; filha, quero que Minhas Pala- vras sejam claras; não culpo aqueles que perseguiram as aparições; quero apenas que compreendam e admitam seus erros e venham a Mim para se arrependerem; Eu os isentarei de culpa, perdoando seu pecado; filha, muitos perseguirão Minha Mensagem novamente, negando que seja Eu, Jesus, por medo de admitir sua falta, pois isso, mais uma vez, está além de seu conhecimento, filha; 2

Talvez, não tenham a intenção de negar

1   Deus disse isso com tal ternura como somente Ele pode dizer. 2   Estava acima de seu conhecimento compreender e acreditar que Jesus era o Filho de Deus no meio deles, assim como está acima do conhecimento de alguns acreditar que essa Obra divina vem de Deus.

3   A criação de Deus.

Made with