A Verdadeira Vida em Deus

Caderno de Anotação 31

A Verdadeira Vida em Deus

313

tomar tudo ao pé da letra; não podes simplesmente fazer essas coisas que Eu requeiro de ti; para começar, embora Eu escreva “tu”, não é realmente a ti que Me refiro! quantas vezes escrevi “revive Minha Igre- ja, Vassula?” Eu reviverei Minha Igreja comMeu Poder; flor, Eu serei Aquele que abençoará Meus filhos de Garabandal; Minha flor, pretendo unir Minha Igreja; não escrevi também, “une Minha Igreja” Vassula? então, pensas realmente que serás tu que unirás Minha Igreja? aqui também Minhas Palavras são simbólicas; agora já sabes, portanto não te enganes mais, Eu farei a Obra; Meus anjos, Eu vos concedi muitas graças, utilizai-as, não vos confun- dais! ficai em Paz; alimentai Meus cordei- ros comMinha MensagemDivina e depen- dei de Minha Orientação; amo todos vós; (O Senhor despertou-me à meia-noite e pediu-me para escrever uma mensagem.) chamei-te, Vassula; ouve-Me; sê firme, sê firme como uma rocha, não sejas como areia movediça; Eu te escolhi, apesar de tua fraqueza, no entanto, sabia que não engolirias Minhas Palavras como areia movediça; Minhas Palavras serão colocadas em ti, gravadas em ti e aí perma- necerão, para todos lerem! Vassula, pensa: um fazendeiro escolheria trabalhar e culti- var um solo rico para semear seus grãos ou jogaria ele seus grãos em pântanos e areia movediça? Minha Vassula, o que tens a temer? reza por discernimento; Vassula, escreverei agora Meu pro- grama para o encontro do dia 17, depois escreverei Minha Mensagem para eles; Minha filha, tu santificarás o salão com incenso e água benta; rezarás a oração de exorcismo de São Miguel; 9 de fevereiro de 1989

(Neste momento, Deus fez-me compreen- der que o resto do programa é para ser dei- xado em meu caderno particular.) certo, Vassula, compreendeste; vem, eis Minha Mensagem: Minha Palavra é Luz, Minha Palavra é Paz e Amor, Minha Palavra é Unidade e Esperança; vem a Mim e lê Minha Pala- vra mais frequentemente; bem-amados, sou Eu, Jesus, o Mise- ricordioso, Jesus, vosso Salvador, que desço através deste fraco instrumento para nela gravar Minhas Palavras; desço nesta escuridão, por Meu Infinito Amor e Misericórdia, desço neste deserto e nes- ta aridez para derramar Meu Espírito em vós; Criação! desço para irrigar esta terra, tão seca, e fazer rios deste solo sedento; desço para derramar Minhas Bênçãos em vós como o orvalho da manhã; venho para dispersar todo o Mal e desenraizar toda Iniquidade, substituindo-os por Paz e Amor; hoje, Meus Lábios estão ressequidos por sede de amor, preciso de amor de sua parte; tenho sede de amor... como Meu Sagrado Coração deseja que aprendais a Me amar! como desejo que alcanceis o auge do Amor: Abba! então... somente então, Minhas Chagas começarão a sarar... como desejo que Meus padres tirem do Meu Infinito Amor e encham seu coração! Meu Amor por eles é Grande, tão grande que, a não ser no Céu, eles O compreen- derão em Sua plenitude; a Devoção deve- ria ser seu Estandarte, a Fidelidade, sua Lanterna, a Pureza, sua Roupa Festiva, e o Amor, seu Emblema para que Meus cordeiros Me reconheçam neles e vejam claramente Minha Imagem; Meus pasto- res, Eu os quero puros, para que em sua pureza, seus frutos sejam inteiros; alegrai Meu Sagrado Coração e obede- cei plenamente aos Meus Mandamentos; amar é seguir Meus Mandamentos: amai-

Made with